OsTrotamundos

A vida é Trotar por este mundo!

Nos Passos de Magalhães II – BIG ICE

Agora que eu e o leitor já temos uma ligação de confiança, acho que já posso abusar um pouquinho. Não se desespere. Não será nada ilegal ou imoral, apenas diferente. Então vamos lá, pegue seu pó de pirlimpimpim (vai dizer que nunca leu Monteiro Lobato), se torne criança, busque uma cadeira e coloque de frente para o freezer.

Agora, abra a porta do freezer, também serve o congelador da geladeira. Empurre as salsichas em número primo enroladas em sacolinhas de supermercado para o lado, tire bife de lá e arrume um bom espaço. Pronto! Agora entre e feche a porta.

Não. Não fiquei doido, apenas quis passar um pouquinho da sensação que vivenciamos no glaciar Perito Moreno. No dia 17 de novembro o pessoal viajou de El Calafate para El Chalten, mas eu e a Vi ficamos na cidade para realizar o passeio chamado Big Ice, que consistia mais uma longa caminhada de 7 horas sendo 4 horas sobre o gelo.

Depois do desayuno, de despedir do grupo e de montarmos uma mochila. Bem menor que da ultima caminhada, partimos para o parque Los Glaciares.

Com 13 mil km2 , o parque Nacional Los Glaciares, um dos maiores parques da Argentina, tem quase metade de sua área coberta por geleiras. E olhe que da portaria onde se paga 70 pesos pela entrada até as famosas passarelas são 35 km de estrada bem asfaltada.

Chegamos no porto Bajo Sombras as 9 horas, o passeio começou atrasado as 10:50, foi uns 20 minutos de barco e estavamos do lado oeste da geleira, sendo instruídos pelo grupo que faria a segurança e conduziriam o passeio.

Cerca de 2 horas de caminhada e chegamos no abrigo para pegar os grampos que seriam necessários nas botas. Mais 30 minutos e pronto, estávamos no gelo, bem longe da zona de ruptura dos blocos gigantes de gelo que caem no lago.

Iniciamos a caminhada no gelo, não é tão difícil quanto parece. Se não fossem os rios, lagos e cachoeiras internas ao glaciar seria bem seguro. Mas as 4 horas de caminhada no gelo garantem uma boa experiência.

O difícil mesmo foi fazer o lanche. A Viviane resolveu sentar e ficou com a calça molhada em segundos. Tentar pegar o sanduíche e as barrinhas de doce de banana com as luvas também não é fácil, e o vento forte não ajuda em nada. Mas nos viramos bem e o passeio continuou.

Já na prorrogação do segundo tempo a Vi pisa de mal jeito num desnível no gelo e torceu o pé direito. O grupo para, a equipe de apoio faz um suporte e continuamos a passos miúdos até o final da caminhada. Após isso, foi mais um passeio de barco e uma visita as passarelas para contemplar os glaciares com maior conforto.

Vista do Glaciar Perito Moreno

Inicio da caminhada

Vi no inicio da caminhada sobre o gelo

VI no caminho de gelo

Fendas cheias de água. A melhor que já tomamos (e a mais cara).

Rio formado pelo degelo.

Vista dos glaciares junto ao lago.

 

 

Anúncios

21/11/2010 - Posted by | Aventuras |

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: